18 de abr de 2011

Quiche de roquefort e nozes

Esses dias eu e o Ti estávamos conversando sobre o quanto mudamos. Muitas de nossas ideias quando éramos "molecotes" já não são as mesmas - não que eu seja velha tá....tô bem novinha ainda...kkk.
Algumas coisas que não dávamos valor antes, damos hoje e vice-versa. Acho que o importante é sempre estar com a mente aberta, disposto a ouvir novas ideias e provar novas experiências.
Falando em provar.....tem muita gente que ainda torce o nariz para um queijo "fungadinho". Na verdade, tem muita gente que não se arrisca em novos sabores e fica sempre no arroz com feijão. É bom? Ô se é! Aqui mesmo tem muitas comidinhas nada requintadas. Mas testar um prato diferente também é bom! Então, se eu fosse você ia com tudo num queijo fedido! rs
Pode testar essa quiche delícia com uma saladinha pra lá de gostosa! Tenho certeza de que você não vai se arrepender. :)

Quiche de Roquefort e nozes - Serve 6 pessoas
(Receita da Rita Lobo. Livro "A conversa chegou à cozinha")
Para Massa:
1 1/2 xícara de chá de farinha de trigo
1 ovo
1/2 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de água
150g de manteiga gelada
manteiga e farinha de trigo para untar e polvilhar
Preparo:
(Antes de começar a fazer a massa, retire o roquefort da geladeira)

  1. Corte a manteiga em cubinhos. Numa tigela grande, misture todos os ingredientes com as mãos até formar uma massa homogênea. Faça uma bola e embrulhe com papel filme. Leve à geladeira por 30 minutos.

  2. Retire a massa da geladeira e já preaqueça o forno a 180 graus. Unte e enfarinhe uma forma de aro removível (20cm) e reserve.

  3. Numa superfície enfarinhada, abra a massa com um rolo - também enfarinhado. Transfira a massa para a forma e pressione contra o fundo e as laterais. Retire o excesso de massa e fure a superfície com um garfo.

  4. Cubra a massa com papel manteiga e jogue feijão cru para fazer peso. Leve para assar por 10 minutos. Em seguida, retire a massa do forno, despreze o feijão e o papel manteiga. Reserve.

* Se você for fazer em formas tamanho mini, abra a massa e corte um circulo maior que o diâmetro da sua forma. repita o processo descrito acima.
Ou pegue um pouco de massa e molde diretamente com os dedos - pressione e retire o excesso. O tempo de forno é menor também, deixei uns 7 minutos. Como as formas eram muito pequenas, não usei o papel manteiga nem os feijões, apenas fiz os furos com o garfo. *
Recheio (comece a preparar quando a massa estiver no forno)
150g de queijo roquefort
1/3 de xícara de chá de leite
1/3 de xícara de chá de vinho do Porto
200ml de creme de leite fresco
2 ovos
2 gemas (eu sempre tiro a pele)
1/4 de xícara de nozes picadas
1 colher de sopa de cebolinha francesa - não usei.
pimenta-do-reino a gosto

  1. Numa tigela, coloque o queijo roquefort e amasse com um garfo. Adicione o vinho do Porto, o creme de leite fresco e tempere com pimenta-do-reino moída na hora. (Se quiser tempere com um pouco de sal, mas o roquefort já é bem salgado e não tem necessidade). Misture tudo muito bem e reserve.
  2. Na batedeira, junte os ovos, as gemas e o leite. Bata até ficar bem cremoso. Depois junte essa mistura à tigela com o queijo e misture bem.
  3. Polvilhe nozes picadas sobre a massa pré-assada. Desepeje o creme sobre a massa e por fim polvilhe a cebolinha francesa (não usei).
  4. Leve ao forno preaquecido por 45 minutos, ou até que a superfície esteja dourada e firme. (os meus ficaram um tantico dourado demais, mesmo assim estavam uma delícia :)

Retire do forno e deixe esfriar um pouco antes de servir.
Para acompanhar essa quiche, fiz uma salada de alface verde, alface roxinha e peras. Você pode servir essa quiche de entrada, mas aqui em casa ela foi prato principal mesmo! ;)
* Eu fiz a receita inteira de massa dessa quiche, mas usei apenas metade dela para fazer o recheio de roquefort com nozes (fiz metade do recheio que passei acima). A outra metade da massa, eu deixei na geladeira e fiz no dia seguinte mini quiches de abobrinha (Recheio AQUI) - dessa vez usei a abobrinha sem o miolo.
E aí? O queijo fedido até ficou apetitoso né? rs
Testa aí e depois me conta ok!
Beijos Fe

5 comentários:

  1. Nunca comi esse queijo, mas pelo jeito q vc alou, me deu ate vontade!

    Seu prato ficou lindo!

    Bjs

    Andreia Braga

    ResponderExcluir
  2. Fernandinha, adoro queijos fedidos.rsrsrs O gorgonzola é meu preferido, também aprovo este pensamento seu, temos que mudar,ousar, sempre preparo coisinhas diferentes para a família, ás vezes gostam ,ás vezes não, mas o importante é que sabem que faço tudo com muito amor.
    Adorei a receita.Está de parabéns

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Andreia, se arrisque em um queijo azul! É uma delícia! _ mas olha, pegue um de boa qualidade viu ;) Muitas vezes não gostamos de um determinado tipo de alimento por que compramos o mais barato (geralmente não muito bom) rs

    Rosiane, eu apoio isso mesmo: fazer tudo com amor. Nem sempre vai agradar, mas o importante é tentar fazer o melhor :)

    Bjs meninas
    Fe

    ResponderExcluir
  4. Olá vi seu blog no receitas na rede e vim aqui conhecer...já to babando aqui...rs
    Adorei seu blog...
    Vou te seguir...e desde já deixo aqui meu convite para conhecer meu cantinho também...

    bjim
    Jana
    http://janainamechi.blogspot.com/

    ResponderExcluir