26 de jun de 2011

Cordilheira dos Andes

Demorou mas chegou! Pois é gente...só agora selecionei algumas fotos para colocar aqui no blog. Já ia fazer um mês que fui viajar......mas antes tarde do que nunca né!hehehe
Vamos começar pela Cordilheira ok! ;)


A viagem foi ótima! Chegamos em Santiago e no dia seguinte já partimos de ônibus* para Mendoza. São de 6 a 7 horas de viagem, apreciando a Cordilheira dos Andes! Assim como o Ti (que já conhecia) conversei com outras pessoas que fizeram essa viagem, e todas me disseram a mesma coisa: que foi um dos lugares mais lindos que visitaram.

Bom....agora eu faço coro: Foi sem dúvida nenhuma um dos lugares mais lindos que conheci!




O duro de mostar as fotos para vocês é que, nem as fotos da cordilheira e nem as palavras que escrevo, são suficientes para descrever à vocês a grandeza e a beleza que verdadeiramente são.
Essa cadeia de montanhas são grandiosamente lindas, de se admirar! É uma viagem que vale muuuito a pena fazer! Na ida para Mendoza, pegamos o ônibus logo pela manhã e para voltar para Santiago, pegamos um de tarde e vimos a cordilheira com o pôr do sol – magnífico!

Na volta já havia muito mais pontos com neve e vários caminhos das águas que passam pelas montanhas, bem próximos a estrada, já estávam congelados.


A estrada tem muuuitas curvas – meeesmo- então se você é daquelas pessoas que passa mal em viagem, assim como eu, recomendo um dramin...rsrs (eu só precisei na volta, na ida até que foi tranquilo)


Na parte argentina, é possível ver ao longo da estrada, muitas garrafas com água e um altar, com muuuitas garrafas também. São para "Defunta Correa".

Segundo a lenda, Maria Antonia Deolinda Correa (nos anos 40), decidiu seguir seu marido, que foi recrutado para a gerra civil. Com seu bebê nos braços, ela seguiu o batalhão do seu marido, atravessando o deserto . No caminho, seus mantimentos e água acabaram e ela morreu de sede, fome e exautão. Tempos depois, seu corpo foi encontrado, mas seu bebê ainda estava vivo por beber o leite do peito de sua mãe morta . O evento foi considerado um milagre e no local, foi feito um pequeno altar. Ainda que não seja reconhecida pela igreja católica como santa, muitos a consideram capaz de operar milagres.


Puente del Inca (segunda foto lá em cima): é uma ponte de pedra natural que foi usada pelos incas para atravessar o rio de las cuevas. Em 1917, um hotel foi construído (além da formação rochosa, tinha como atrativo, as águas termais). Entretanto o hotel foi destruído por uma avalanche em 1965. Quando o Ti foi, em 2005, ele chegou até a ponte e a entrar no hotel (que fica logo em baixo da ponte), mas hoje em dia o acesso ao público é fechado pois os sedimentos apresentam-se frágeis, cheios de erosão.


Bom gente é isso....depois eu coloco o restante da viagem ok! :)

Boa semana para todos

Beijos Fe.



* algumas pessoas perguntam para mim "mas vocês foram de ônibus????" Gente, o bacana da viagem é justamente atravessar por terra a Cordilheira!!!! A viagem é linda! Qual a graça de ir de avião? kkkkk

A passagem de ônibus em época de temporada custa (em dólar) cerca de $26, mas fora de temporada ela custa $16.

Nenhum comentário:

Postar um comentário