28 de fev de 2011

Bolo de Cenoura Veneziano

Olá pessoas queridas! :)
A semana aqui começa doce! :) O nome é Bolo, mas eu achei que tava mais pra uma Torta.
Peguei essa receita no blog da Patrícia Scarpin - Technicolor Kitchen. A receita é adaptada da Nigella.

Vamos lá! Bolo/Torta de Cenoura Veneziano:
  • 1/2 xícara (77g) de passas claras (usei claras e escuras)
  • 1/4 xícara (60ml) de rum
  • 3/4 xícara (150g) de açúcar refinado
  • 1/2 xícara (120ml) de azeite comum (a Patricia diz para não usar extra-virgem)
  • 1 colher de chá essência de baunilha
  • 3 ovos
  • 2 1/2 xícara (250g) de farinha de amêndoas (amêndoas finamente moídas)
  • 1/2 colher de chá de noz-moscada ralada na hora
  • 2 xícaras de cenoura raladas grossa (de 2 à 3 cenouras dependendo do tamanho)
  • raspas da casca e suco de 1/2 limão siciliano (usei limão cravo- adoro!)
  • 3 colheres de sopa de amêndoas lâminadas
Coloque as passas e o rum em uma panelinha e leve ao fogo até ferver, desligue e deixe esfriar.
Junte o açúcar e o azeite, com ajuda de um fouet, misture até ficar cremoso. Adicione a baunilha e os ovos e mexa mais. Junte a farinha de amêndoas, a noz-moscada, cenouras raladas, e as passas com o rum e mexa agora com a ajuda de uma espátula ou colher de pau. Por fim incorpore as raspas e o suco de limão.
Coloque a massa em uma forma de aro removível (20cm) forrada com papel manteiga e untada com um pouco de azeite, espalhe bem e joge as amêndoas em lâminas. Leve em ao forno pré-aquecido 180 graus e deixe de 30-40 minutos.
A massa não cresce muito, ela fica baixinha mesmo (parecendo uma torta).

A Patricia serviu com um creme de canela, eu fui de sorvete de creme que estava mais em mãos! :)
Observações: O bolo ficou gostoso (O Ti gostou bastante), maaaass particularmente eu achei o sabor do azeite mais acentuado do que eu imaginava. Além disso, eu ainda prefiro o tradicional bolo de cenoura com cobertura de chocolate!! :) :) :)
*Quem quiser, tem uns cupcakes de cenoura beeeem gostosos AQUI

Tenham todos uma boa semana
Beijos Fe.

27 de fev de 2011

Bom domingo!

Camarões feitos com azeite e alho!
* cervejinha para acompanhar*

25 de fev de 2011

Muffins - Sem Lactose- de Banana, Chocolate e Granola

Sexta-feira!!! Ô coisa boa! Para entrar bem no fim-de-semana, deixo uma receitinha fácil de fazer e bem gostosinha!:)

Muffins sem Lactose:

  • 6 bananas maduras
  • 2 ovos
  • 1 copo de leite de soja
  • 1 copo de óleo
  • 3/4 de xícara de açúcar
  • 3 1/2 xícaras de farinha
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de sopa de fermento

opcional:

  • 1/3 de xícara de chocolate em pó
  • pedaços de chocolate
  • granola

Primeiramente amasse as bananas, depois junte os demais ingredientes (menos o fermento) e mexa com uma colher de pau. Junte o fermento e misture.

Eu coloquei mais 2 colheres de sopa de chocolate em pó e mais um pouco de granola (tinha uma granola com bananinhas sem de açúcar aqui em casa e coloquei um pouco, sem medida)

Coloque nas forminhas - deixando 1 dedo de "borda" - e asse em forno pré-aquecido, 180 graus, por uns 20 minutos.

Essa receita eu tirei do site "Sem Lactose" - que é muito bom por sinal!
Se quiser ver o vídeo do preparo dos muffins - feito por um "chefinho"- é só clicar AQUI.
Tenham um ótimo fim-de-semana
Beijos Fe. ;)

24 de fev de 2011

Shimeji com Manteiga e Shoyu

Além do clube do alho e clube da pimenta, nós aqui em casa também somos do clube dos "cogus"! :)
Para vocês terem uma idéia: já teve vez que minha janta foi só shitake!! Comi uma bandeja sozinha

Bom, dessa vez achei uma bandejinha com shimejis liiindos e resolvi fazer eles do meu jeitinho clássico: com manteiga e shoyu ;)

Limpe o shimeji e desgrude os raminhos. Em uma frigideira, aqueça um pouco de manteiga (as vezes eu coloco um pouco de azeite também), junte os shimejis e deixe um pouco. Eles vão dar uma murchadinha (mas não deixe demais para que não fiquem molengas, é rapido). Depois jogue molho shoyu deixe mais uns segundinhos e desligue (não necessita de sal por conta do shoyu ok).

Dessa vez eu resolvi jogar um pouquinho de salsinha por cima, mas geralmente não coloco. Uma bandejinha de shimeji rendeu esses dois potinhos.

Servi de entrada junto com uma saladinha de rúcula (rúcula, tomate, cebola e salsinha). Dica: quando usar cebola crua na salada, e ela estiver muita ardida (e geralmente está); descasque e fatie a cebola, depois coloque ela em um recipiente com água. Eu já faço isso logo que vou começar a fazer as coisas, deixo lá enquanto preparo o restante, e vou trocando a água (troquei umas 3 vezes). depois é só servir sem correr o risco de ficar com bafão de cebola ou chorar...rs.

O Ti atacou um joelhinho de porco depois. Eu confesso que tinha o maior preconceito. Ficava geralmente no filé mignon suíno (adoro), mas nem queria saber de joelho. Superei. É uma delícia! Parece um presuntão bem suculento e saboroso! :)

Bjs Fe.

23 de fev de 2011

Panquecas para um Café-da-manhã Feliz e um Pen Drive Hylander


Nesse último fim-de-semana, eu resolvi fazer um agrado para o marido logo pela manhã! Fazia tempos que ele vinha me pedindo para fazer panquecas com calda de maçã, como a mãe de um grande amigo dele fazia quando eles eram mais novos. Bom, como eu não tinha a receita das panquecas nem da calda de maçã, improvisei!
Dei um pulo lá na cozinha fofa da Stef (que eu sabia que tinha uma boa receita de panquequinhas :) e pronto, rapidão preparei - rapidão meeesmo!!! ;)

Ingredientes:

150g de farinha de trigo

1 pitada de sal

2 colheres de chá de fermento em pó

2 colheres de sopa de açúcar refinado (usei açúcar mascavo)
1 ovo grande batido
200 ml de leite (usei integral)
1/2 colher de chá de essência de baunilha
óleo vegetal (usei de canola)

Em uma tigela, coloque a farinha, o açúcar, o sal e o fermento peneirados (eu não peneirei o açúcar). Abra um buraco no meio e coloque o ovo -ligeiramente batido- e metade do leite, misture bem com um fouet até formar uma massa cremosa e homogênea. Depois junte o restante do leite e a essência de baunilha, e misture mais um pouco.

Aqueça um pouco de óleo numa frigideira (usei uma frigideira antiaderente, coloquei um pouco de óleo e espalhei com um pincel de silicone). Com a ajuda de uma concha, coloque a massa, fomando uma panquequina de uns 10-12 cm ( as da Stef deram 12, as minhas ficaram um pouco menores :) Deixe até formar bolhinhas na superfície e vire (é rapidinho).

Obs:
1.Usei uma frigideira grande, consegui fazer 3 por vez.
2. Dica da Stefânia: coloque um prato sobre uma panela com água fervente e vá colocando as panquecas lá enquanto faz as outras (é bom!! elas se mantém aquecidas até o momento de servir! )
3. Essa receita rende 8 panquecas

Para servir:
Eu servi com mel e um pouquinho de framboesa(sempre tenho congelada- dei uma aquecida). O Ti matou a vontade de panquecas e adorou!!! Ficaram mesmo muito boas!


Agora sobre o pen drive:
Bom, semanas atrás eu estava linda e maravilhosa lavando roupa. Geralmente eu confiro os bolsos de calças, blusas e camisas - já ocorreu uma lavagem de dinheiro e cartões de visitas...kkkk...normal, isso já deve ter acontecido com você também né! Entretanto, esse dia em especial, eu não conferi os bolsos, e também nesse dia, eu resolvi colocar as camisas na máquina de lavar (geralmente lavo à mão). Já perceberam onde vou chegar né!!?!!Pois é...
Na hora de estender as camisas no varal, um negócio preto cai, vejo e pá -era o pen do Ti!
"%$#@" "F...."...pensei...
Abri a tampinha e deixei secando - a louca! Liguei para o Ti:
"Meu bem, eu tenho uma boa e uma má notícia pra você!"
"Ai! Lá vem!"
"A boa, é que eu sou sua esposa! A ruim é que eu lavei o pen drive!!!"
"Hein?"
"Fui lavar suas camisas e esqueci de conferir os bolsos, peguei as camisas para pendurar e ele caiu! Desculpa!"
"Putz, eu esqueci de tirar!!! Não estressa, paciência. Isso é o de menos, é só comprar outro. O pior seria se você tivésse manchado várias camisas....rs."

Enfim....ainda assim eu separei o pen drive com a tampinha aberta e deixei. Ele acabou indo para o "vasinho" das canetas e lápis, e acabei esquecendo dele. Daí.....nesse mesmo fds, "achei" o pen drive. Deixei em cima da mesa. Daqui a pouco o Ti me chama e diz que o "bicho" tá funcionando!!! "Como assim?".....pois é...tava tudo certinho e funcionando! Fiquei pasma, afinal como algo tão delicado sobrevive à uma lavagem com molho, sabão e amaciante???? Mas sobreviveu!! O pen drive hylander está fazendo sua função!

Mesmo que eu tenha dado sorte, eu recomendo que vocês verifiquem os bolsos das roupas - no momento em que colocarem para lavar e também no momento em que forem lavar - assim surpresas desagradáveis serão evitadas!! rs

Grande beijo
Fe

22 de fev de 2011

Basicão de Frango com Batatas

Um franguinho bem temperadinho + batatas com alecrim e pimenta-do-reino + mostarda escura
:)


Cortei a batata em rodelas ( não mto finas e nem mto grossas...) cozinhei - com um pouco e sal na água. Depois de macias, escorri. Coloquei azeite (aromatizado com alho) na frigideira, coloquei as batatas, temperei com pimenta-do-reino e alecrim (acertei o sal tbm); deixei um pouco de cada lado e pronto!
Bão que só! :)

21 de fev de 2011

Meu Marido Pão :)

"Meu marido pão", não é porque ele está fofinho não viu! É que agora é definitivo! O Ti é o 'fazedor oficinal' de pão aqui de casa! :)
É incrível como (TODOs) os pães que ele faz, saem maravilhosos!
A receita que ele usou foi do livreto da nossa máquina de pão.


Receita para um pão de 600g

1 copo de água (240ml)

1 colher de sopa de margarina

1 1/2 colher de chá de sal

2 colheres de sopa de açúcar

1 colher de chá de leite em pó

3 copos de farinha de trigo especial (720 ml) - usamos farinha normal.

2 colheres de chá de fermento biológico seco.

Coloque os ingredientes na máquina conforme recomendado (ou faça na mão). Depois de bem misturados os ingredientes e a massa sovada, deixe-a descansar por uns 30 minutos.
Depois da massa descansada e crescida, o Ti preparou a torta (com recheio de calabresa com queijo...mas você pode fazer o que preferir). Usou parte da massa: abriu a massa, colocou o recheio, cobriu e deixou crescer por mais 30 minutos.

Com o restante da massa (a outra parte que ele tinha reservado) ele fez um pão. O pão ficou crescendo por um pouco mais de tempo pois só foi para o forno depois da torta.

O forno foi de 200 graus, o tempo....ixi...foi no olho. ;)



A torta foi o lanche-jantar e estava uma delícia! O pão foi para o café de manhã do outro dia. Ficou super fofinho, muito bom!
Boa semana para todos!
Bjs Fe.

17 de fev de 2011

Coisas Fofas!











Estava passeando pelo Blog Casa da Chris, (que tem muita legal), e resolvi dar uma esticada até a "lujinha" (Rosamundo)!
Tem muita coisa bacana lá! O time de bule, em especial, achei foférrimo!

16 de fev de 2011

Piadina

Pensem em uma coisa beeeeem boa!!! Uma comida bem reconfortante! Pensem em um prato que ao dar a primeira mordida, faz você fazer um "huuuummm".....Pois bem, aqui está!

A receita dessa piadina é mais uma receita da Chef Rita Lobo que eu busquei lá no Panelinha.
Já fazia um tempo que estava para fazer.....daí resgatei a receita (que é pá-pum) e voilá!

Fiz a versão normal para duas pessoas, mas vocês podem encontrar a versão integral - com vídeo - AQUI.


Bom, vamos lá:
Piadina (4 unidades)



  • 1 1/2 xícara de chá de farinha de trigo

  • 1 colher de chá de sal

  • 1/2 colher de chá de fermento em pó

  • 1 colher de sopa de azeite de oliva

  • 3/4 de xícara de chá de leite

Em uma tigela grande, junte a farinha o sal e o fermento. Abra um buraco no meio, coloque o azeite e misture com a ponta dos dedos. Depois, junte o leite em 3 etapas e com as mãos, misture bem e faça uma bola. Passe essa massa para uma superfície enfarinhada e sove por uns 3 minutos (no máximo) - eu sovei só uns dois. Divida a massa em 4 partes iguais e cubra com um pano úmido (ela enfatiza úmido e não molhado!!rs)


Aqueça uma frigideira (eu pincelei um pouco de azeite), abra a massa com um rolo de macarrão até ficar com uns 20 cm de diâmetro. Coloque o disco na frigideira já quente e faça uns furinhos com garfo. Deixe uns 2 minutos de cada lado.



Sirva quentinha, sem nada, ou recheie à seu gosto! Eu fiz 1 de frango com pimenta de cheiro e requeijão e as outras 3 com queijo, tomate e orégano!


Aberta, dá pra servir como pizzas! ;) A massa é fantástica! Super recomendo!!

15 de fev de 2011

Cestinhas Integrais de Frango com Requeijão

Uma das coisas legais quando se cozinha, é poder usar a criatividade. Testar novos ingredientes, dar uma nova cara para o tradicional....enfim...dá para viajar nas idéias e curtir o preparo.
Dessa vez, eu mudei a tradicional torta de frango que rola sempre aqui, em casa e fiz essas lindas cestinhas!

A receita da torta é aquela da minha avó Guara, que já coloquei AQUI.

Fiz 1/2 receita e umas pequenas mudanças na massa:
  • 75g de farinha de trigo branca
  • 75g de farinha de trigo integral
  • 1 colher de sopa (de mãe) de margarina
  • 1 colher de sopa de óleo
  • aproximadamente 1/4 copo de água mistura com 1/2 colher de café de sal

Com a ponta dos dedos misture as farinhas com a margarina e óleo. Coloque um pouco de água até dar o ponto de desgrudar das mãos. Leve para geladeira por uns 15 minutos.

Pegue um pouco de massa e com os dedos molde nas forminhas. Acerte as bordas retirando o excesso de massa com ajuda de uma faca. Faça furinhos com o garfo no fundo da massa e leve para assar, de 10 a 15 minutinhos.

Quando retirar a massa do forno deixe esfriar um pouco para o manuseio. Depois é colocar o recheio de sua preferência.

Eu coloquei um pouco de frango (já cozido, desfiado e temperado), uma pimenta biquinho e um pouco de requeijão. Mas o recheio você pode variar: creme de palmito, brócolis com catupiry....invente!

Leve ao forno novamente para gratinar.

Particularmente eu gostei dessa versão integral da massa. O Ti já prefere a tradicional. Ele achou a massa integral mais forte - e é mesmo. Eu gosto das duas....o importante é comer!!rs

Bjs Fe.

obs: essa 1/2 receita, rendeu 12 mini cestinhas.

14 de fev de 2011

Muffins de maçã com canela

Esses muffins são fáceis e rápidos de fazer! O melhor: Bons de comer!!! ;)
A receita é a mesma dos muffins de pera com gengibre, da Nigella, que postei AQUI, com algumas adaptações.

Ingredientes para 12 muffins:

250g de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento em pó
225g de açúcar mascavo
1 colher de chá de gengibre ralado
140ml de leite integral
125ml de óleo de canola
1 colher de sopa de mel
2 ovos
4 maçãs pequenas (tipo aquelas da Turma da Mônica), descascadas e picadas - esprema um pouco de limão nelas para não escurecerem.

Preparo:
1. Misture em uma vasilha, a farinha, o fermento, o gengibre, a canela e o açúcar
2. Em outra vasilha, com a ajuda de um fouet, misture o leite, ovos, óleo e mel
3. Aos pouco vá acrescentando a msitura seca. Misture tudo muito bem (a massa vai ficando peguenta, então troquei o fouet por uma colher de pau)
4. Por fim, junte as maçã já picadas
5. Coloque a massa em forminhas de muffins (deixando +/- 1 dedo de sobra) e leve para assar em forno preaquecido a 200 graus, por uns 20 minutos.

Obs: O bom desses muffins, é que a massa é leve e não são muito doces. Nessa versão, o gengibre ficou quase imperceptível....rs....o toque é mais presente na outra versão com pera e sem canela..rs.

Bjs Fe.

13 de fev de 2011

Molho de Tomate

Olá pessoas queridas!!!
Ontem, fazendo as comprinhas.....encontrei esses liiiiiindos tomates para molho!!! Babei....
Eles estavam tão lindinhos que não resisti e tive levar! Chegando em casa, eles viraram um belo de um molhão!!!

Quem preparou? O Chef Maridão! (vocês repararam que ele tem ido bastante para a cozinha ultimamente - amando....kkkk.....- o mais gostoso é dividir a bancada da cozinha...ele prepara uma coisa em um cantinho e eu preparo outra coisa em outro cantinho.....;)

Bom, vamos ao molho:

Coloque 3 kg de tomate (limpos ) em uma panela(ão) com água. Ferva por alguns minutinhos, (os tomates vão soltar a pele). Escorra e deixe esfriar um pouco (caso contrário você vai ter sérias queimaduras nos dedos ......) retire a pele dos tomates e coloque eles no liquidificador*. Bata. Passe ele molho para uma panela e deixe em fogo baixo apurando ( vai um tempinho aí viu....). Ele vai reduzir e ficar em "encorpadinho" (a cor ficou linda!).

Deem uma "visu" na situação

Daí é o seguinte: aqui em casa, gosto de guardar/congelar o molho assim (sem tempero, por que gosto de temperar na hora)...mas vai do gosto.
Para temperar o molho: em uma panela coloque um pouco de azeite ou óleo e aqueça um pouco. Coloque, cebola ou alho bem picadinhos (tem vezes que usamos alho, tem vezes que usamos cebola...) dê uma douradinha e junte o molho. Tempere com sal, pimenta-do-reino e noz-moscada moídos na hora. Se for necessário coloque um pouco de açúcar para controlar a acidez do molho (no nosso caso não foi necessário).
Na verdade, essa é uma sugestão simples, mas tempero é aquela coisa gente: vai muuito do gosto de cada um.
Depois disso aproveite seu molho em um macarrão esperto, ou lasanha, ou canelone, ou com um bom pão italiano....huuuummmm. ;)
Detalhe: 3kg de tomates só renderam 1,4Kg de molho.
Obs: * eu bati os tomates no liquidificador, ficou ótimo e com uma cor vermelha linda! Maaas pode acontecer do seu molho ficar meio alaranjado....não me perguntem...acontece...acho que depende do tomate. Outra opção, é o "passa-fácil"....infelizmente eu não tenho, mas é uma "geringonça" italiana óóótema para passar seus tomates! Se achar pode comprar viu! ;)
Outra coisa, eu já ouvi muito a questão de tirar as sementes do tomate - para seu molho ficar menos ácido- bom...eu só tiro a pele, gosto de fazer o molho usando as sementes. E como eu disse, em caso de acidez, é só corrigir com um pouco de açúcar. ;)
É isso.
Uma ótima semana para todos
Bjs Fe.

12 de fev de 2011

Escolhendo suas cebolas

Hoje o dia começou bem -com o Ti fazendo meu café-da-manhã (fofo ! :) ).
Fomos ao ceasa e fizemos nossas "compritchas", no caminho vi um cachorro de rua atravessar na faixa de pedestre (pode isso!? achei lindo!!rsrs)
Bom, chega de lenga lenga.....o importante aqui, é a dica de como escolher suas cebolas.
  • verifique se a casca não está machucada
  • ela deve estar firme e a parte superior deve estar firminha também (se você apertar e ela estiver muito murcha descarte - ela provavelmente deve estar estragada no meio)
  • escolha as mais redondinhas (já vi umas bem "anormais por aí....)
  • a parte superior, além de firme não deve estar muito longa (é sinal que já saiu do estágio de bulbo e está em crescimento vegetativo- que significa: ela vai começar a ressecar o bulbo (cebola) para acumular nutrientes para se ramificar)

Outra coisa que queria compartilhar: comprei uma balança para minha cozinha!!!! Liiiinda! Ela é bem simples, mas faz sua função! :)

Visualizem uma pessoa com sorriso de orelha à orelha usando pela primeira vez um "brinquedo" novo! Visualizou? Foi assim que fiquei hoje! kkkk
Bjs Fe.

11 de fev de 2011

Simplicidade

Fim de tarde + chá de capim cidreira + Pão caseiro da minha avó + toalha xadrez azul = :)
(foto resgatada de umas das visitas que fiz à minha família)
Bjs Fe.

10 de fev de 2011

Chocolate & Coco

Aqui em Brasília tem feito uns dias muito lindos!
Dias que mesmo fazendo um calorão animam qualquer pessoa! :)
Sem contar que acho ótimo sair da clínica 19:30h e ainda estar claro! Um *viva* para o horário de verão!! \o/ \o/ \o/ (O céu estava com cor-de-rosa lindo e eram quase 20h!)

Enfim.....ainda falando de coisas boas da vida, semana passada o Ti me pediu para fazer um bolo prestígio (um dos preferidos dele!). Mas o bolo prestígio que ele gosta, não é o bolo de chocolate com "meleca"de coco dentro (sabe aquele recheio que é feito com leite...pois é...ele não curte muito) ele é fã mesmo do bom e velho leite condesado..rs....então, aqui em casa, faço assim: um bolo de chocolate com beijinho :)

Para o bolo de chocolate, eu usei umas das receitas de cupcake (essa AQUI), com a diferença de não colocar pedaços de chocolate e usar o cacau em pó (da Garoto 70% cacau sem adição de açúcar). Rendeu exatamente uma forma de bolo inglês e ficou muuuito parecido com o bolo Pullman - bem fofinho! :) mas, com um sabor bem mais forte!

Para o beijinho, fiz assim: coloquei uma lata de leite condensado + uma colher de sopa de manteiga + um saquinho de coco ralado. Mexi em fogo baixo até dar engrossar e deixei esfriar.
É batido, mas vale lembrar: espere bolo esfriar antes de tirar da forma e rechear.


E para que todos vocês tenham um dia lindo....."All you need is love" !
* estou cantando essa música já faz duas semanas e ela nã sai da minha cabeça...kkk...
*tentei colocar o vídeo para vocês aqui...mas no meio do processo (lento), o computador resolveu reiniciar e parou tudo....rs

Bjs Fe.

8 de fev de 2011

Cookies de Frutas e Castanhas

Hi people!!
Já vou dizer logo de cara: Os cookies são óóóteeemos!! Sério!
A cara rústica dele não dá a real noção do sabor! Para vocês terem uma idéia:

Quando terminei de assar os cookies e deixei eles esfriarem, o Ti olho com uma cara de "eca"!! kkk ....pois é....
Mas eu disse "prova um"....Ele gostou na primeira mordida! Disse que eles estavam feinhos mas que eram gostosos!!! rs

O melhor de tudo: é bem fácil de fazer (Livro "O pequeno Chefe" again! :) )

Vamos lá:


  • 75g de damasco (usei uvas-passas)

  • 100g de farinha de trigo (integral ou branca) - usei as duas, 50g de cada

  • 60g de aveia em flocos

  • 50g de castanha-de-caju (usei xerém e um pouco de nozes)

  • 125g de manteiga sem sal

  • 75g de açúcar mascavo

  • 2 colheres de sopa de mel

1. Em uma tigela coloque o damasco (picado em pedaços pequenos) ou, no meu caso, as uvas-passas. Junte a farinha, aveia e as castanhas. Mexa bem e reserve.


2. Corte a manteiga em pedaços, coloque em uma panela e leve ao fogo baixo para derreter. Assim que começar a derreter, junte o açúcar e o mel (continue em fogo baixo) . Mexa com uma colher de pau até que o açúcar e a manteiga tenham derretido.


3. Junte essa mistura de manteiga, açúcar e mel com a mistura de farinha e misture tudo muito bem.


4. Faça as "bolinhas"de cookies com ajuda de duas colheres de sobremesa. Coloquei 6 por forma (o livro diz para untar a forma, maaaasss...como eu achei que tinha bastante manteiga nos cookies e minha forma é anti-aderente, não untei.). Feito as bolinhas, dê uma leve "amassada" neles, só para ficarem achatadinhos.


5. Asse em forno preaquecido (180C) por uns 15 minutos* (a primeira fornada, eu deixei os 15 minutos......mas eles deram uma boa queimada.....foi pro lixo). Para o meu forno, deu uns 10 minuto - ou até dourarem.


6. Retire da forma e deixe esfriar antes de servir! :) - coloquei em um prato com papel toalha.


Renderam 18 cookies (bom....no meu caso 12...kkkk)


Eu gostei muito dessa receita! Além de ser bem gostosa, dá liberdade de trocar os ingredientes. Você pode usar o damasco, uvas-passas, tâmaras, morangos secos........Nas castanhas: castanha-de-caju, castanha-do-pará, avelãs......Enfim....use a criatividade e o seu gosto!


Obs: * Depois de frios, coloquei os cookies dentro de um pote bem tampado (usei um de rosquear) e guardei na geladeira. * Usei a quantidade de manteiga indicada na receita, mas acho que dá para colocar um pouco menos.

7 de fev de 2011

Berinjela com Tomate e Queijos

Essa berinjela já rolou algumas vezes aqui em casa e também aqui no blog...... cada vez que faço, mudo alguma coisa. Essa em especial saiu muuiito saborosa!!
Fiz assim:

Cortei a berinjela em rodelas (nem muito grossas, nem muito finas) joguei sal e deixei na peneira por uns 20 minutos). Descartei o líquido escuro, lavei as rodelas e sequei com papel toalha.

Coloquei as rodelas de berinjela no fundo do recipiente que possa ir ao forno (usei duas porcelanas retangulares pequenas). temperei com um tiquinho de sal, pimenta do reino e um fiozinho de azeite.

Por cima da berinjela, coloquei cebola cortada em cubinhos pequenos, cebolinha, alho em lâminas e tomates. Temperei com um pouco mais de azeite, pimenta e um pouquinho de alecrim*.

Por fim, coloquei queijo (muçarela e parmesão) e levei ao forno preaquecido 180C, de 10 à 15 minutos (eu deixei 12 minutos depois liguei o grill e deixei por 3 minutos)


Um prato leve e bem saboroso! Dessa vez, servi com pão de linhaça (que o Ti fez). Uma delícia eu garanto! :)

Tenham uma boa semana!
Bjs Fe.
* o alecrim eu comprei para outras receitas anteriores, mas como eu uso pouco, sempre sobra, daí eu coloco os ramos de alecrim dentro de um saco (ou um pote) e deixo na geladeira. O alecrim dá uma secada e se solta do cabinho. Fica como um alecrim seco (desses que encontramos no mercado) nessa receita usei esse alecrim já seco.

4 de fev de 2011

Lagarto com Vinho Tinto

Eu adoro fazer carnes com cervejas...mas dessa vez eu me arrisquei no vinho tinto seco!
Daí...pense....eu adoro lagarto, imagina um lagarto bom... desfiando, com um molho melhor ainda!!! Supimpa né! rsrs

Bom, primeiro o Ti limpou a peça de carne pra mim :) Depois furei a carne para enfiar cenoura (cortada em bastões) e bacon. Coloquei um pouco de pimenta-do-reino, um pouquinho de alecrim e reguei uma taça de vinho tinho seco. Deixei um pouco mais de 1 hora marinando na geladeira.
Para preparar a carne, coloque um pouco de azeite na panela de pressão e aqueça. Depois, coloque a carne e sele todos os lados (tire ela da marinada e seque com um papel toalha antes de colocar na panela).
Depois coloque a marinada de vinho, juntei mais 1/2 taça e coloquei uns 5 dentes de alho (inteiros e descascados) o restante da cenoura e bacon que sobrou, um pouco de sal e um pouco mais de pimenta-do-reino. Fechei a panela e deixei uns 45 minutos na pressão ( o peçado era grandinho, se usar um pedaço menor deixe menos tempo). Depois de pronta, corte a carne e coloque o "molho" da na panela, no liquidificador e bata. Ele fica um molho bem grossinho e bem saboroso. Sirva por cima da carne!


Lembram dos meus "cristais itambé"...rs....bom dessa vez, meu copinho com sisal serviu para colocar os talheres! Você só precisa de um copo de vidro, cola branca e sisal ou barbante!

Se preferir fazer com filtro de café tem AQUI.

3 de fev de 2011

Eu testei assim...

Eu já tinha visto em alguns programas de tv, mas nunca tinha testado.
Resolvi testar um novo jeito de fazer o arroz branco, fugir um dia do jeitinho convencional. :)
Não vi em nenhum lugar...fui do que achava e até que deu certo! Eu errei um pouco no sal - coloquei pouco, mas o arroz ficou bem soltinho!
Coloquei a água para ferver. Depois que ferveu coloquei um pouco de sal e joguei o arroz.
Fui provando até ficar pronto, depois escorri e servi!

Bom......como eu disse...faltou um pouco de sal....mas nada grave...rs....além disso eu gosto mais do meu arroz refogado com cebola....rsrs....dá um sabor especial né!
Valeu o teste!
Tenham um ótimo dia
Bjs Fe.

1 de fev de 2011

"Kibe" de Abóbora

O kibe está entre aspas porque na verdade, não tem textura de kibe.....
Parece mais um purê de abóbora com trigo..rs....- não que seja ruim, pelo contrário, ficou bem gostoso...maaaas, não é um kibe!

Bom, essa receita não é minha, eu peguei de um site vegetariano, mas bobeei e não anotei qual (eu ja tinha visitado uns vááários)...sorry. - quando eu achar eu retifico ok!

Ingredientes (Rende 12 porções):
  • 2 xícaras de trigo para kibe
  • 3 xícaras de chá de água
  • 5 xícaras de chá de abóbora (usei a japonesa)
  • 1 xícara de chá de cebola
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 3 colheres de sopa de hortelã - coloque cebolinha também.
  • limão - não usei
  • 1 colher de sopa de margarina (usei becel)
  • sal à gosto - coloquei um pouco de pimenta do reino também.

(eu fiz 1/2 receita dessa, e 1 abóbora japonesa - não muito grande - deu certinho)

Preparo:
Coloque o trigo na água quente por 30 minutos, escorra e reserve (use um pano limpo para espremer e retirar toda água).
Em uma panela, refogue a cebola no azeite e acrescente a abóbora (já cozida e amassada). Mexa bem e tempere com o sal e pimenta. Junte a hortelã (usei as 3 colheres) e a margarina. Desligue o fogo e junte o trigo. Misture tudo, coloque na assadeira ou raquequins e asse em forno médio por uns 30 minutos.

Mesmo fazendo 1/2 receita, era muita abóbora né....rs....então congelei. Na hora de descongelar é só assar em banho-maria que fica igual ao "original".